JN Gas
santos outubro
Anúncios posto
Kipreço agosto
ESTUPRO COLETIVO

Julgamento de mentor de estupro coletivo de Castelo será nesta terça-feira (27)

Adão José Silva Souza vai a Júri Popular em audiência marcada para às 9h desta terça-feira (27), no auditório do Fórum de Castelo do Piauí.

Canal Piauí

Canal PiauíNotícias do Piauí

27/02/2018 01h16Atualizado há 2 anos
Por: Redação
Fonte: Portal o Dia
Adão José Silva Souza é apontado como o mentor do estupro coletivo ocorrido na cidade de Castelo do Piauí. (Foto: Arquivo/O Dia)
Adão José Silva Souza é apontado como o mentor do estupro coletivo ocorrido na cidade de Castelo do Piauí. (Foto: Arquivo/O Dia)

Acusado de ser o mentor do estupro coletivo ocorrido na cidade de Castelo do Piauí, a 190 km de Teresina, Adão José Silva Souza irá a Júri Popular em audiência marcada para às 9h desta terça-feira (27), no auditório do Fórum do município. A reportagem do ODIA entrou em contato com a promotoria do município que não quis dar mais detalhes sobre o julgamento. O processo segue em segredo em Justiça.

O réu é apontado como o mentor do grupo de quatro menores de idade que estupraram e espancaram quatro adolescentes, em 27 de maio de 2015, no Morro do Garrote, em Castelo do Piauí. As vítimas, com idades entre 15 e 17 anos, foram violentadas sexualmente, amarradas nos punhos e nas pernas com as próprias roupas e empurradas do alto do morro. 

As jovens ficaram no local, abandonadas, até que uma pessoa da região as encontrou e acionou a polícia e o socorro médico. Uma das meninas, Danielly Rodrigues Feitosa de 17 anos, morreu 11 dias após o crime, ao sofrer uma parada cardiorrespiratória no HUT.

 Adão Souza foi preso no município de Campo Maior. (Foto: Arquivo O Dia)

Dois dias após o crime, Adão Souza foi preso no município de Campo Maior. Em depoimento à imprensa, o acusado negou a participação no crime e afirmou que estava em Campo Maior porque estaria fugindo de um assalto que havia praticado a um posto de gasolina na cidade. De acordo com a Polícia, o réu já possuía passagens pela polícia por tráfico de drogas, assaltos e homicídios no estado de São Paulo. Exames de DNA realizados durante a investigação comprovaram a participação dele e os menores o acusam de ser o mentor da barbárie.

Os quatros menores envolvidos no crime foram apreendidos e condenados por oito atos infracionais. Um deles, Gleison Vieira da Silva, contou como tudo aconteceu. Dias depois ele foi assassinado com socos, pontapés e pancadas na cabeça pelos outros três meninos no Centro Educacional Masculino (CEM). Os supostos assassinos negaram participação no estupro coletivo e já havia ameaçado Gleison de morte por ter delatado os demais comparsas.

Hugo Napoleão - PI
Atualizado às 17h44
33°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 19°
33°

Sensação

11.4 km/h

Vento

36.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Banner sessão 1 (política)
Últimas notícias
Banner sessão 1 (entretenimento)
Mais lidas
Banner sessão (cidade)
Anúncio